Web Analytics

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Para a minha bailarina de porcelana

São 16:00h. Estou no banheiro chorando
de saudade
de alguém que ainda vai estar perto de mim por no mínimo mais 15 anos.
Ela está lá fora e eu escuto a risadinha fina que ela acabou de aprender, e o barulhinho leve do sapatinho vermelho batendo e dançando no assoalho.
Ela está fazendo três anos e eu fico me perguntando se todo aniversário dela eu vou chorar desse jeito, como se ela já estivesse saindo de casa.
É uma gentinha pequena de porcelana correndo e rindo vestida de bailarina com sapatos vermelhos, que quase parece pessoa de verdade, e que um dia vai crescer e sair de casa.
Não cresça, bebê. Seja bailarina pra sempre.
Feliz aniversário.

Um comentário:

  1. nhó, amei!
    ;}

    (e, como mãe, me identifiquei imediatamente)

    ResponderExcluir